Páginas

“Bolsa crack” de R$1.350 pagará internação de viciados em SP!

Chamado “Cartão Recomeço”, o programa deve ser lançado na quinta-feira, com previsão de repasse mensal do valor para cada família de usuário da droga

São Paulo – Famílias com parente dependente de crack vão receber uma bolsa do governo do Estado de São Paulo para custear a internação do usuário em clínicas particulares especializadas.

Segundo o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Rodrigo Garcia, a proposta é manter em tratamento pessoas que já passaram por internação em instituições públicas. “São casos de internações em clinicas terapêuticas, pelo período médio de seis meses”, afirma.

Os dez municípios que receberão o programa piloto devem ser definidos nesta quarta-feira, 8. Ainda não há data para o benefício valer em todo o Estado. As clínicas aptas a receber os pacientes ainda vão ser credenciadas, mas ficará a cargo das prefeituras identificar as famílias que receberão a bolsa.

“Saúde pública é sempre para baixa renda. Os Caps (Centros de Atendimento Psicossocial das Prefeituras) já têm conhecimento das famílias e fará a seleção”, diz Garcia, sem detalhar quais serão esses critérios.

O pagamento da bolsa vai ser feito por meio de cartão bancário. A ideia do Cartão Recomeço é ampliar a rede de tratamento para os dependentes e, principalmente, a oferta de vagas para internação dos usuários.

Há que se ressaltar que são extremamente louváveis todas as ações de combate as drogas que assolam pessoas e famílias. Mas nos questionamos, ao mesmo tempo, e se aplicassemos igual verba no aparelhamento de nossas polícias para o combate à origem deste mal, ou se aplicassem na área da saúde por acaso não seria mais prudente?

Não estou desmerecendo a ação de tratamento do usuário,drogado, que deve ser tratado sim e recuperado, mas penso que também podemos tomar medidas para que não nos deparemos com esta situação.
Vemos situações muito mais emergentes citando como exemplo Centros de Oncologia,…. e o porque não direcionar estes recursos para pessoas com cancer ao invés do governo ficar maquiando campanhas eleitoreiras dedicando o fruto do trabalho de cidadãos brasileiros a lixos humanos.

Fazer caridade com o bolso alheio é fácil… Não acho justo o dinheiro dos nossos impostos custearem despesas de alguém que por vontade própria cedeu às tentações das drogas. Sem contar que, no Brasil, com certeza, vão surgir fraudes relacionados a essa bolsa… Consultem o município de vocês (principalmente os pequenos municípios, onde todos se conhecem), no Portal da Transparência, e verão que muita gente que não necessita recebe o Bolsa-Família e Bolsa-Defeso.

Aqui em Florianópolis SC, na orla marítima, existem algumas vilas “favelas” que insistem em ser chamadas de comunidade, na verdade, esconderijos da bandidagem, onde o que mais rola é a venda de drogas, e no entanto 90% das moradoras recebem o bolsa defeso, no entanto nunca pescaram na vida, seus companheiros igualmente sequer sabem fazer um nó na rede ou costurar uma tarrafa, mas quando chega o defeso do camarão ou da anchova, todos recebem a tal bolsa, e o governo dormente não se acorda.

Lembrando Margareth Tatcher: “O socialismo é bom até acabar o dinheiro de quem paga”.

Deixe seu comentario

 

 

 

Se desejar, pode usar tags em HTML

Crie aqui seu avatar para seus comentarios

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>